Blog do HP
Cidades Pedro Afonso

Entre as 15 melhores cidades brasileiras, gestão fiscal de Pedro Afonso é número 1 do Tocantins pelo Índice FIRJAN

Ao receber os resultados do IFGF, o prefeito de Pedro Afonso e presidente do Consórcio Delta do Tocantins - que representa 11 cidades tocantinenses -, Dr. Joaquim Pinheiro, considerou o estudo como comprovação de um trabalho sério de gestão que está sendo conduzido no município

22/06/2022 10h04
Por: Helder Peixoto Fonte: Ascom/Pedro Afonso
Pedro Afonso - Tocantins (Foto: Divulgação)
Pedro Afonso - Tocantins (Foto: Divulgação)

O Índice criado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan-2021) aponta Pedro Afonso em 1º lugar dos 139 municípios do Estado do Tocantins em gestão fiscal e 15º do Brasil, dentre os 5.239 municípios. O estudo coloca a gestão de Pedro Afonso à frente das maiores cidades do Estado, Araguaína, Gurupi, Palmas…

 

O Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) é um estudo publicado anualmente que tem como objetivo analisar as contas públicas municipais e contribuir com o debate sobre a eficiência fiscal da gestão pública.

 

Ao receber os resultados do IFGF, o prefeito de Pedro Afonso e presidente do Consórcio Delta do Tocantins - que representa 11 cidades tocantinenses -, Dr. Joaquim Pinheiro, considerou o estudo como comprovação de um trabalho sério de gestão que está sendo conduzido no município. “Esta classificação reflete o trabalho da administração. A classificação se deve à implantação de um moderno e eficiente modelo de gestão por resultados. Cada uma das secretarias e servidores, sempre pautados na transparência e seriedade”, ressalta. 

 

Prêmio Band Cidades Excelentes

Em comprovação à excelente gestão à frente do município de Pedro Afonso, em 2021, o prefeito Joaquim Pinheiro recebeu o Prêmio Band Cidades Excelentes, promovido pelo Instituto Aquila e o Grupo Bandeirantes de Comunicação, com Pedro Afonso 2ª colocado do Tocantins.

 

O que é o Índice Firjan

 

O Índice Firjan de Gestão Fiscal resulta da combinação de quatro indicadores: IFGF Autonomia, IFGF Gastos com Pessoal,  IFGF Liquidez e IFGF Investimentos. Cada um dos indicadores apresenta o mesmo peso (25%) para o cálculo do indicador geral e, portanto, são igualmente importantes para o estudo. 

 

O estudo traz à luz os principais desafios para a gestão municipal e propõe soluções para as dificuldades estruturais que não podem mais ser adiadas. Nesta edição, o IFGF faz referência a 2020 e avalia as contas de 5.239 municípios

 

“Estamos entre as melhores gestões do país, a melhor do Estado do Tocantins, e isso é fruto de uma administração feita com trabalho e respeito ao contribuinte e aos nossos servidores”, comemora o prefeito Dr. Joaquim Pinheiro.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias