Blog do HP
Agronegócios Agrotins 2022

Eventos culturais e de negócios como a Agrotins fomentam o turismo e impactam de forma positiva a economia do Tocantins

Comércio e setores hoteleiro, alimentício e turístico comemoram aumento da movimentação no período da feira que segue até amanhã

13/05/2022 12h00 Atualizada há 2 semanas
Por: Helder Peixoto Fonte: Talita Melz/Secom - TO
Eventos, como a Agrotins, aquecem diversos setores da economia e dão visibilidade aos atrativos turísticos do Tocantins (Foto: Governo do Tocantins)
Eventos, como a Agrotins, aquecem diversos setores da economia e dão visibilidade aos atrativos turísticos do Tocantins (Foto: Governo do Tocantins)

Com a movimentação da 22ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2022), os setores de oferta de serviços e o comércio em geral da Capital também se beneficiam com a maior demanda ao longo da semana. A feira realizada pelo Governo do Tocantins ocorre até o sábado, 14, na estrutura montada no Parque Agrotecnológico do Tocantins, na rodovia TO-050, saída para Porto Nacional, e tem como tema central Integrar: Intensificar e Preservar.

 

No setor hoteleiro, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Tocantins (ABIH/TO), Marcos Koche, a realização da Agrotins gera uma taxa de ocupação elevada por muitos dias, com a presença de expositores e visitantes da feira. “O aumento é muito expressivo, ainda mais para o setor que está saindo de uma pandemia onde vários hotéis fecharam, alguns até permanentemente, outros fecharam por três meses e, por seis meses, operaram com prejuízo. Estamos muito felizes com o retorno da feira presencial”, afirma o presidente da ABIH/TO.

 

Marcos Koche ainda afirma que, com a feira ampliando a programação e trazendo atrações culturais, além das novidades agro e tecnológicas, o impacto deve ser mais positivo. “O participante da Agrotins vem em busca de conhecimento e negócios. Quando aliamos isso a atrações turísticas e culturais, verificamos que as hospedagens se estendem. A implementação de eventos artísticos trouxe uma permanência por mais tempo ainda, o que reflete diretamente na hotelaria, nos restaurantes e em todo o trade, de pessoas ligadas direta e indiretamente com a feira”, ressalta.

 

Turismo e negócios

Por ser considerada a maior feira agrotecnológica da região Norte do país, o presidente da ABIH no Tocantins indica que a Agrotins impacta em todo o trade turístico da Capital e dos arredores, além de trazer um fluxo de pessoas em busca de diferentes serviços e produtos, que incrementam no faturamento das empresas, renda de autônomos e até nos impostos públicos. “O foco é o agro, mas, muitas vezes, eventos corporativos são necessários para trazer pessoas até um local, para que, então, se descubra o potencial não só turístico, mas até mesmo o potencial de negócios de todo o Tocantins”, afirma Marcos Koche.

 

Segundo o consultor e presidente do Conselho Empresarial de Turismo da Federação do Comércio no Tocantins (Cetur/Fecomércio), Marcelo Perim, o setor do turismo é o primeiro a sentir o aumento do fluxo com eventos de porte como a Agrotins. “Esse fluxo inicia antes mesmo do evento em si, pois passagens aéreas, reservas em hotéis e locadoras de veículos normalmente são adquiridas antecipadamente. A Agrotins é um grande fomentador de negócios, pois atrai expositores de diversas regiões com interesse em vender tecnologia, produtos e equipamentos para o setor do agro, fazendo girar a engrenagem do turismo de negócios”, destaca. 

 

Comércio e setor alimentício

Com o mesmo pensamento, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palmas, Silvan Marcos Portilho, afirma que um evento que tem as proporções da Agrotins sempre é bom para aumentar o faturamento do comércio. “Traz uma movimentação bastante positiva. É isso que o comércio espera, especialmente, para aqueles comerciantes, aqueles lojistas que estão na Agrotins vendendo seus produtos e oferecendo seus serviços”, declara.

 

A presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Tocantins (Abrasel), Ana Paula Setti, afirma que também é percebida uma movimentação no segmento alimentício, entretanto, essa procura ocorre, especialmente, no período noturno, quando se finaliza a programação diária da feira. “A expectativa é de que, após as programações diárias, haja uma movimentação em um percentual razoável, como percebemos em outras edições presenciais da Agrotins”, explica.

 

Agrotins

Esta edição da Agrotins 2022 espera reunir cerca de 120 mil visitantes e movimentar cerca de R$ 2 bilhões em volume de negócios. A feira tem estandes, vitrines e pavilhões com palestras, minicursos, rodas de conversa e exposição de pesquisas, projetos e tecnologias e comercialização dos produtos, além de uma rádio exclusiva com programação de entrevistas, destaques e informações sobre o evento, todos os dias. A estrutura ainda conta com estacionamento amplo, banheiros, restaurante e lanchonetes.

 

A feira é uma realização do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapt) e da Tocantins Parcerias, em conjunto com empresas, instituições e órgãos públicos, de pesquisas e educacionais, entre outras.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias