Blog do HP
Cultura Cultura

Suspense teatral “O Antiquário Frankl” vira roteiro de cinema

O roteiro para o cinema conta com colaboração do autor da peça, Wilson Fumoy

13/05/2022 11h50
Por: Helder Peixoto Fonte: Cinthia Abreu
Kaká Nogueira (Foto: Divulgação)
Kaká Nogueira (Foto: Divulgação)

O suspense teatral “O Antiquário Frankl” foi adaptado para roteiro de longa-metragem de ficção, pelo diretor e roteirista Kaká Nogueira (Claudio Nogueira Carneiro). O roteiro é livremente inspirado na peça teatral homônima, do dramaturgo Wilson Fumoy, para uma produção de um filme de 120 minutos, que deve ser rodado no Tocantins a partir do ano de 2023.

 

O roteiro para o cinema conta com colaboração do autor da peça, Wilson Fumoy, Supervisão da professora da Academia Internacional de Cinema e Roteirista da Globo Play, Cristina Gomes, e revisão de diálogo da atriz Bell Gama e do ator Thiago Omena. Ele foi finalizado em abril, já no segundo tratamento, e conta com orientação de plano de negócios do professor e cineasta documentarista Bebeto Arantes.

 

Foram realizadas várias atividades paralelas, como reuniões semanais virtuais e presenciais com colaborador, supervisora e outros roteiristas, a fim de aprofundar a discussão e melhorar as camadas psicológicas do suspense policial. Fruto deste trabalho, foi criada uma Sala de Roteiristas, que está possibilitando o desenvolvimento de outras obras audiovisuais, que já começam a germinar, como os roteiros dos longas “Onze Minutos”, “Sobre Doras e Dores”, adaptação do livro de Lita Maria; “Raymunda – o filme”; “Sonho de Liberdade” e da série de animação “O Reino de Wallet”. Além do curta-metragem “Te Aitua” – que recebeu tratamento do roteiro na sala, já foi produzido, e neste momento está em circulação em festivais.

 

Como desdobramento, a Cena Filmes está com projeto em fase de captação de recursos para viabilizar sua filmagem e já conta com importantes parcerias, como a produtora Cenaberta e a MZN Filmes. Também foram realizadas leituras do roteiro com atores tocantinenses convidados, via salas virtuais. Participaram os atores, Thiago Omena, George Henrique, Bell Gama, Tatiane Medeiros, Pietro Lamonier, Ana Kerlly e Kaká Nogueira, além da diretora Ana Isabel Friedlander, direto de Portugal, que deve também ser a diretora do filme na produção cinematográfica da obra.

 

Segundo Kaká Nogueira, a obra que já era um suspense com tons de comédia, ganha na versão cinematográfica outros personagens e um ar também policial, por meio de referências como “Um bonde chamado desejo” – 1951, a “Garota no Trem”- 2016 e obras de Alfred Hichcock.

 

Teatro

A peça “O Antiquário Frankl”, produzida pela Cenaberta, estreou em 2019, no Theatro Fernanda Montenegro, com sucesso de público e crítica, no período pandêmico e ganhou o formato de “cineteatro”, nos anos de 2020 e 2021, que foi apresentado na Capital e circulou por escolas de 10 cidades do interior do Estado com grande aceitação do público jovem.

 

 

O projeto tem patrocínio do Prêmio Aldir Blanc Tocantins, via Secretaria de Estado da Cultura e Turismo do Tocantins, Ministério da Cultura, Secretaria Especial da Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias