Blog do HP

E-mail

peixototv3@gmail.com

WhatsApp

63 9985154180

Blog do HP Topo
Polícia

Polícia Civil cumpre mandado de internação de indivíduo suspeito de praticar crime de estupro no interior do Estado

Crime teria ocorrido no ano de 2018 quando o suspeito tinha 16 anos de idade

15/10/2020 10h52
Por: Helder Peixoto
Fonte: SSP/TO
Foto: SSP/TO
Foto: SSP/TO

Policiais Civis da 78ª Delegacia de Polícia de Aparecida do Rio Negro, coordenados pelo delegado Fabrício Piassi Costa, deram cumprimento na manhã desta quarta-feira, 14, a mandado de busca, apreensão e internação de um indivíduo de 18 anos de idade. Ele é suspeito da prática de ato infracional análogo ao delito de estupro, crime previsto no art. 213 do Código Penal Brasileiro.

 

De acordo com a autoridade policial, o indivíduo, que já tem passagem pela polícia pela prática de diversos atos infracionais, inclusive estupro de vulnerável, descumpriu medidas socioeducativas impostas judicialmente, motivo pelo qual houve a regressão das medidas aplicadas, com a determinação de sua internação.

 

Após intensas investigações, os policiais civis da delegacia da 78ª DP de Aparecida do Rio Negro localizaram o indivíduo trabalhando em uma Fazenda na Zona Rural daquele município, sendo então apreendido. Realizados os procedimentos de praxe, o indivíduo foi submetido ao exame de lesões e encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Palmas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Novo Acordo.

 

O delegado Fabrício destaca que a apreensão do jovem representa mais paz e tranquilidade para a população local, uma vez que o suspeito também está sendo investigado pela suspeita de ter praticado um crime de estupro de vulnerável nas imediações de Aparecida do Rio Negro.

 

O Crime

 

Conforme o apurado pela Polícia Civil, o indivíduo, no ano de 2018, teria abusado sexualmente de uma senhora de 62 anos de idade, tendo fugido em seguida. Após a prática do ato infracional, o então menor de idade, foi localizado e apreendido. No entanto, descumpriu as medidas judiciais e teve a regressão de regime decretada pelo juízo da Comarca de Novo Acordo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias