Blog do HP
Entretenimento Entretenimento

Antonia Fontenelle gera polêmica ao falar sobre a morte de Batoré: 'não passava de um covarde'

Apresentadora chegou a entrar em embate jurídico com o humorista em 2019

11/01/2022 10h14
Por: Ana Carolina Ramirez
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A apresentadora Antonia Fontenelle causou polêmica na Internet logo após se pronunciar sobre a morte do humorista Batoré. Segundo ela, o artista não "passava de um covarde" e de um "machista". Batoré faleceu na segunda-feira (10), aos 61 anos, vítima de um câncer.

"Hoje morreu um cearense, que todos chamam de humorista, e que para mim ele não passava de um cara covarde, machista e que me apontou, me julgou, foi cruel, foi covarde comigo, sem nunca ter me visto na vida, sem nunca eu ter feito nada com ele, o tal do Batoré", iniciou no relato.

 

Os dois já haviam brigado juridicamente em 2019, quando Antonia resolveu processá-lo por danos morais, solicitando a quantia de R$ 110 mil após ele chamá-la de "rapariga".

A declaração foi feita em resposta às críticas da apresentadora ao estado do Alagoas, logo depois do ator Henri Castelli ser agredido em um bar. "Turistas do Brasil, cuidado quando vocês forem para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente", disse.

Sobre a morte de Batoré, Antonia continuou as críticas na segunda (10). "Agora um monte de gente: coitadinho, Batoré morreu! Coitadinho o c*, não é porque ele morreu, que ele passou a ser santo e vai morar com Deus", finalizou.

Trajetória

Embora tenha nascido em Serra Talhada, em Pernambuco, o humorista se mudou para São Paulo ainda criança. Antes de se tornar ator, jogou futebol nas categorias de base em times paulistas.

Conhecido pelos bordões “você pensa que é bonito ser feio?” e “ah, para, ô”, o personagem Batoré ganhou grande destaque quando passou a integrar o elenco do programa "A Praça é Nossa", do SBT, nos anos 1990.

Ator, Ivanildo também foi contratado pela Rede Globo para atual na novela "Velho Chico", em 2016. No folhetim, ele fez o papel do delegado Queiroz.

Batoré também foi vereador de Mauá, na Grande São Paulo, por dois mandatos pelo Partido Progressistas (PP).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias