Blog do HP

E-mail

peixototv3@gmail.com

WhatsApp

63 9985154180

Blog do HP com fotos
Paraíso do Tocantins

Unidades Científicas da Polícia Civil atuam com rapidez na identificação, necropsia e perícia no acidente que vitimou ciclistas em Paraíso do Tocantins

O acidente aconteceu na descida da Serra do Estrondo TO-080 na saída de Paraíso sentido a Palmas

30/07/2020 09h31
Por: Helder Peixoto
Fonte: SSP/TO
Backdrop da Polícia Civil
Backdrop da Polícia Civil
Papiloscopistas e peritos oficiais vinculados às Diretorias de Papiloscopia, de Perícia Criminal e Medicina Legal da Superintendência da Polícia Científica realizaram com rapidez os trabalhos de identificação, necroscópico e pericial no local do acidente que vitimou dois ciclistas na TO-080, na saída de Paraíso do Tocantins, sentido a Palmas, na terça-feira, 28.

A identificação dos corpos foi realizada pelos papiloscopistas lotados no 5º Núcleo Regional de Papiloscopia de Paraíso do Tocantins, por meio de exame necropapiloscópico. Um dos corpos estava totalmente carbonizado, o que exigiu o uso de técnicas de recuperação da polpa digital. “No caso do corpo carbonizado, onde as impressões não estavam visíveis, foram aplicadas técnicas de regeneração das cristas epidérmicas antes da coleta das impressões digitais”, explicou a chefe do 5º Núcleo Regional de Papiloscopia de Paraíso do Tocantins, Francisca Gomes de Oliveira.

Além da identificação, os corpos foram ainda submetidos a exame necroscópico (autopsia) por peritos oficiais do Instituto Médico Legal de Paraíso do Tocantins. Já a perícia do local foi realizada por peritos oficiais do 5º Núcleo Regional de Perícia Criminal, também de Paraíso do Tocantins, responsável, ainda, pela emissão do laudo que indicará as causas do acidente.

A superintendente da Polícia Científica, Dunya Wieczorek Spricigo de Lima, enfatizou que todos os esforços foram envidados para celeridade e eficiência nos procedimentos de identificação e periciais, que são fundamentais para o resultado de investigações de graves acidentes.

“A perícia em local de acidentes é primordial para a reconstituição precisa dos eventos que resultaram na colisão, ainda mais em casos em que, infelizmente, há óbito e não podem ser colhidas as declarações de todos os envolvidos. Além disso, uma identificação rápida e eficaz dos corpos, assim como os exames periciais exigidos sobre eles, possibilita, consequentemente, a brevidade na sua liberação para que as famílias possam enfrentar dignamente seu luto”, frisou.

Acidente

O acidente aconteceu na descida da Serra do Estrondo TO-080 na saída de Paraíso sentido a Palmas, por volta das 17h da tarde de terça-feira, 28. Os ciclistas faziam pedal quando foram atingidos por um caminhão que perdeu o controle e depois pegou fogo.
Ele1 - Criar site de notícias