Blog do HP
Geral Espírito Santo

Copa ES chega à final com números inéditos para o futebol capixaba

A transmissão das partidas pela TVE incentiva a participação de novos clubes, movimenta a economia e alimenta o sonho de muitos jovens.

25/11/2021 17h00
Por: Helder Peixoto Fonte: Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo

O futebol capixaba em 2021 foi um espetáculo à parte. Além da força do esporte em si, o mercado local se aqueceu. Houve aumento na receita dos clubes e participação recorde de equipes profissionais numa temporada, que ficou marcada pela volta gradual do público aos estádios.

Muito disso só foi possível por causa da divulgação que o futebol capixaba profissional teve durante todo o ano. Com a transmissão deste domingo (28), às 15 horas, entre Aster e Nova Venécia, pela final da Copa Espírito Santo Sicoob, serão 51 jogos de futebol profissional que a TVE levou até os capixabas, ao vivo, pela TV aberta.

Esse número coloca a TVE, a emissora pública dos capixabas, como a que mais transmitiu futebol profissional local durante o ano de 2021 em todo o País. A segunda colocada no ranking é a TVE Bahia, com 40 transmissões e, em terceiro lugar, vem a TV Cultura do Pará, com 35.

“O objetivo, na verdade, nunca foi esse. Acabou que tudo aconteceu de forma orgânica pela importância que a gente dá a esse projeto. Eu acho que, em primeiro lugar, a gente pensou em estipular um padrão de qualidade e transmitir o futebol capixaba de forma sistemática na nossa programação”, comentou o diretor-presidente da RTV-ES, Igor Pontini.

Desde 2020, quando as transmissões tiveram início, o capixaba tem dia e horário marcados com o esporte do Espírito Santo: sempre aos sábados, às três da tarde, é hora de assistir ao melhor do futebol local.

Qualidade

Não é só na quantidade que a TVE se destaca ao transmitir o futebol capixaba. Como destacou Igor Pontini, antes de querer ter os números expressivos que tem, a emissora se preocupou com a qualidade e periodicidade das transmissões.

Foi montada, em parceria com a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES), uma estrutura que conta com várias câmeras, unidade móvel de transmissão com replay e estrutura que valoriza cada lance e atleta que atua no Estado.

TVE, a casa do esporte

É bom lembrar que os números recordes do futebol se referem apenas a produções próprias. Até porque, a TVE, como afiliada da TV Cultura, leva até os capixabas uma programação esportiva diversificada.

Ao longo do ano, o torcedor capixaba acompanhou competições como: Campeonato Baiano, Campeonato Paraense, UEFA Europa League, Liga Nacional de Futsal, Copa do Brasil de Futsal Feminino, Liga Nacional de Basquete Feminino, NBB, Fórmula Indy, entre outros.

Isso coloca, definitivamente, a TVE como a casa do esporte. E a previsão para 2022 é que a gama de esportes transmitidos pela TVE, seja em transmissões próprias, seja em parceria com a TV Cultura, aumente.

Alcance

A transmissão dos jogos do Capixabão séries A e B e da Copa Espírito Santo elevou os índices de audiência da TVE. Ao todo, mais de 1 milhão de pessoas foram alcançadas pelos jogos transmitidos apenas pelas redes sociais. Números que dão a dimensão do sucesso das transmissões.

Ao observar os dados do Ibope, pode-se notar uma tendência: além dos bons índices de audiência, em comparação com outros tipos de conteúdo, o futebol capixaba consegue reter por mais tempo, em média, o telespectador na tela. O futebol prende atenção e isso facilita na viabilidade comercial do negócio.

“É um projeto que pensa o futuro, dada a potencialidade do nosso futebol. Já no segundo ano, o impacto e retorno foram muito positivos”, frisou Igor Pontini.

Sucesso que se traduz em campo

A cobertura realizada pela TVE, pela quantidade e qualidade das partidas transmitidas tem uma outra face: o retorno e visibilidade para os clubes. Desde o primeiro ano de contrato, há uma compensação financeira pelos direitos de imagem dos clubes participantes. Fôlego financeiro para manter despesas correntes dos clubes.

Além de ajudar nas finanças, o apoio dado pela TVE foi fundamental para que dois fenômenos acontecessem em meio a uma pandemia. Mesmo com a economia em recuperação e sem público nos estádios, a Série B do Capixabão e a Copa Espírito Santo tiveram recordes em números de equipes participantes.

“A gente teve a maior e melhor série B da história e a gente está acompanhando aqui a maior Copa Espírito Santo da história com a participação de 16 equipes, e quando um clube de futebol decide participar de uma competição é uma roda que gira, pois são empregos sendo gerados, a gente tá falando de renda, enfim, todo Impacto positivo que isso traz”, pontuou Igor Pontini.

Não pára por aí

O projeto “TVE, a casa do Futebol Capixaba”, elaborado ainda em 2019 e posto em prática a partir de 2020, como política pública do Governo do Estado do Espírito Santo, não leva em conta apenas o fortalecimento dos torneios profissionais. Em 2020, por conta da pandemia, não houve competições amadoras promovidas pela Federação de Futebol do Espírito Santo, mas em 2021 foi diferente.

A temporada do futebol profissional termina no domingo, mas a emoção não pára. No dia 4 de dezembro, a TVE transmite a final do Campeonato Capixaba Sub-20, ao vivo, direto do estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica.

Mas antes, a bola vai rolar para a grande decisão da Copa Espírito Santo. O 51º jogo transmitido pela TVE no ano vai ser entre Nova Venécia e Aster. O vencedor, além de levantar o troféu, garante vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, na Copa Verde e na Copa do Brasil, em 2022. A transmissão começa às 14h, com o pré-jogo, e a bola rola a partir das 15h.

O telespectador pode acompanhar, ao vivo, e de graça pelo canal 2.1 da TV aberta, 20 da NET e 15 da RCA na Grande Vitória ou pelas redes sociais da TVE e TV Cultura, no Facebook e Youtube.

Texto: Lucas Melo

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias