Blog do HP
Senado Federal Senado Federal

Iluminação verde no Senado reforça campanha sobre Doença de Huntington

A iluminação verde da cúpula e do edifício principal do Senado Federal, na noite desta segunda-feira (27), busca divulgar a Doença de Huntington, e...

27/09/2021 12h45
Por: Helder Peixoto Fonte: Agência Senado
Congresso tem luz verde desde sexta, para marcar também campanhas sobre asfixia perinatal e doação de órgãos
Congresso tem luz verde desde sexta, para marcar também campanhas sobre asfixia perinatal e doação de órgãos

A iluminação verde da cúpula e do edifício principal do Senado Federal, na noite desta segunda-feira (27), busca divulgar a Doença de Huntington, enfermidade rara que ataca o sistema nervoso. A iniciativa é da deputada federal Aline Gurgel (Republicanos-AP), a pedido da Associação Brasil Huntington (ABH). A deputada foi relatora de um projeto de lei (PL 5.060/2013) que institui o Dia Nacional da Doença de Huntington, a ser celebrado em setembro. O texto está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Herdada geneticamente, a doença de Huntington (DH) é uma afecção progressiva do sistema nervoso central que provoca alterações motoras, cognitivas e psiquiátricas. É incapacitante e extremamente grave. Acomete homens e mulheres de todas as raças e grupos étnicos entre os 30 e 50 anos. Em casos mais raros, pode atingir também crianças e idosos.

A estimativa é que de 13 mil a 19 mil brasileiros tenham o gene alterado que causa a doença. Quando considerados seus descendentes, o grupo de pessoas em risco aumentaria para a estimativa de 65 mil a 95 mil pessoas.

Doação de órgãos e asfixia perinatal

Desde a última sexta (24), o Senado está iluminado com a cor verde e permanecerá assim até quarta-feira (29), para também destacar a importância do Mês de Conscientização da Asfixia Perinatal. O pedido partiu da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP).

Neste mesmo período, a iluminação verde lembra ainda a Campanha Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos, a pedido do senador Nelsinho Trad (PSD-MS) e do Ministério da Saúde.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias