Blog do HP
Cultura Palmas

Espaço Cultural: Cine Cultura é ponto de encontro e debate da Capital e do Estado

Cinema do Espaço Cultural é a janela para exibição dos filmes regionais, independentes e autorais

22/09/2021 09h56 Atualizada há 1 mês
Por: Helder Peixoto Fonte: Secom/Palmas
Elisângela Dantas, Curadora do Cine Cultura (Foto: Lia Mara)
Elisângela Dantas, Curadora do Cine Cultura (Foto: Lia Mara)

Nesta semana de comemoração dos 25 anos do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, seguimos falando do maior complexo cultural do Tocantins. A Sala Sinhozinho, localizada no Espaço Cultural, abriga o Cine Cultura, que possibilita acesso ao cinema regional e obras-primas nacionais e internacionais, filmes independentes, que, na maioria, não são exibidos pelos cinemas comerciais. A curadora do Cine Cultura, Elisângela Dantas, explica que os filmes buscam refletir os sentimentos e os debates de Palmas, garantindo uma discussão social por meio da arte.

“Um papel muito importante do Cine Cultura é ser uma janela de exibição, que faz o lançamento de obras regionais, dando visibilidade às obras produzidas pelos nossos artistas. E sempre buscamos usar a linguagem cinematográfica para fazer o debate social, como fazemos na maratona do Oscar. As obras exibidas no Cine Cultura retratam o dia a dia e a diversidade. São filmes regionais, independentes e autorais”, detalha Elisângela.

Ainda sobre o cinema do Espaço Cultura, o Cine Escola é um projeto muito importante para introduzir os alunos das escolas públicas na sétima arte, permitindo que jovens sem acesso ao cinema comercial possam ter acesso à produção local, nacional e internacional. “E precisamos destacar a produção regional, onde podemos observar que foi construído um lastro, com diversos cineastas e uma produção importante, com estreias muito importantes, produções criativas e apaixonadas, fantásticos contadores de histórias”, avalia Elisângela.

 

Da plateia à tela

André Araújo começou a frequentar o Espaço Cultural para fazer aulas de contrabaixo, também assistiu muitos filmes, shows, teatro e debates no complexo cultural, antes de ocupar o centro do palco. “Lembro que o primeiro filme que vi aqui (Espaço Cultural) foi a animação South Park”, conta. Após ser aluno e plateia, André passou a protagonista no Espaço Cultural nos lançamentos dos seus filmes e participando dos editais de cultura da Fundação Cultural de Palmas, como também concorrendo no Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins (Chico) e participando dos debates, como a maratona do Oscar.

“O Espaço Cultural é um ponto de referência para todos os artistas, além da sua arquitetura muito bonita. Os meus filhos fazem aulas aqui hoje, sou um assíduo frequentador”, brinca Araújo. O cineasta destaca a trajetória ascendente do cinema em Palmas e no Tocantins, mas que em 2019 começa a sofrer um atraso. “Vamos observar os impactos nos próximos anos, pois temos uma falsa impressão, porque muitos filmes que tiveram início antes de 2019 ainda estão sendo lançados, mas nos últimos anos não tivemos novos projetos aprovados”, avalia Araújo.

Araújo ressalta que o Tocantins foi palco da produção de séries, filmes, animações, documentários e o longa-metragem deixou de ser um paradigma. “E temos que destacar a cadeia produtiva do cinema, que gera muitos postos de trabalho. Uma produção pequena já emprega em média 300 pessoas, além de aumentar o consumo no comércio e serviços”, pontua.

 

Primeiro Filme

Para a jornalista Aline Sêne, nascida e criada no interior do Tocantins, em Araguaçu, a 412 km de Palmas, a primeira vez que viu um filme no cinema foi no Espaço Cultural - 'Lisbela e o Prisioneiro'. "Se não me falha a memória em 2003. Foi um dia de grande emoção, lembro de ter ficado impressionada com a estrutura do complexo cultural, uma arquitetura deslumbrante que, mesmo morando há mais de 15 anos em Palmas, segue me encantando."

 

Data histórica

O Espaço Cultural foi inaugurado em 26 de setembro de 1996.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias