Blog do HP
Educação Bahia

Aulas semipresenciais ampliam interação entre estudantes e professores

Durante as aulas realizadas com turmas divididas em 50%, com os dias da semana alternados e seguindo todos os protocolos sanitários, os estudantes estão tendo novamente a oportunidade de aprender os conteúdos de forma mais dinâmica e de tirar as dúvidas i

29/07/2021 10h35
Por: Helder Peixoto Fonte: Secom Bahia - (Milena Leal)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As aulas semipresenciais do Ensino Médio, iniciadas na rede estadual de ensino na última segunda-feira (26), estão possibilitando que os estudantes tenham uma maior interação com os professores, após o período de aulas 100% remotas com atividades on-line e impressas. Durante as aulas realizadas com turmas divididas em 50%, com os dias da semana alternados e seguindo todos os protocolos sanitários, os estudantes estão tendo novamente a oportunidade de aprender os conteúdos de forma mais dinâmica e de tirar as dúvidas instantemente com os educadores.

A estudante e representante do Colegiado Escolar, Bianca dos Santos, 17, 2º ano, do Colégio Estadual do Campo Jorge Calmon, em Olivença, disse que não via a hora de retomar o convívio no ambiente escolar. “Estava sentindo falta das aulas presenciais e do contato com os professores em sala de aula, pois eles podem explicar os assuntos de diferentes formas e isso estimula o nosso aprendizado”.

A coordenadora pedagógica do mesmo colégio, Silvia Pereira, avalia este retorno híbrido como fundamental para o aprendizado dos alunos. “Os alunos estão se reconectando com a escola e reforçando o sentimento de pertencimento. Este retorno semipresencial superou as nossas expectativas, pois os estudantes estão motivados com as aulas”, afirmou.

No Colégio Estadual Bolivar Santana, em Salvador, o estudante Alexandro Cerqueira, 17, 2º ano, revelou que se sente mais motivado para estudar com as aulas semipresenciais. “É muito bom vir para a escola e poder assistir às aulas de forma presencial novamente, pois é muito importante para o nosso aprendizado. Estava sentindo falta do ambiente da escola, dos colegas e dos professores”, comentou.

Em Ribeira do Pombal, o estudante Otavio de Souza, 18, 3º ano, do Colégio Estadual do Campo João Marques da Silva, também reforçou a importância das aulas semipresenciais. “Voltar para a escola foi uma ótima ideia, pois temos a oportunidade de ver os professores explicando os assuntos presencialmente e não somente através de uma tela”.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias