Blog do HP
Polícia Tocantins

Divisão de Repressão a Narcóticos em Araguaína prende quatro pessoas suspeitas de tráfico de drogas

De acordo com as investigações, grupo criminoso estaria utilizando a Praça das Bandeiras como ponto de venda de drogas

20/07/2021 19h30
Por: Helder Peixoto Fonte: Secom Tocantins
Policiais civis também apreenderam dezenas de porções de maconha já embaladas e prontas para a venda, além de cerca de R$ 350,00, acumulados com a venda de entorpecentes - Foto: SSP/Governo do Tocantins
Policiais civis também apreenderam dezenas de porções de maconha já embaladas e prontas para a venda, além de cerca de R$ 350,00, acumulados com a venda de entorpecentes - Foto: SSP/Governo do Tocantins

A 2ª Divisão de Especializada de Combate a Narcóticos (2ª DENARC) de Araguaína prendeu nesta terça-feira, 20, quatro pessoas suspeitas de envolvimento com tráfico de drogas, durante operação realizada na Praça das Bandeiras, próximo ao Mercado Municipal. A ação comandada pelo delegado-chefe da unidade antidrogas, José Anchieta de Menezes Filho, resultou na prisão de dois homens de 22 anos cada, uma mulher de 42 anos, e outra suspeita de 21 anos.

De acordo com as investigações da 2ª DENARC, o grupo criminoso estaria utilizando a Praça das Bandeiras como ponto de venda de drogas. Além das prisões, os policiais civis também localizaram e apreenderam dezenas de porções de maconha já embaladas e prontas para a venda, além de porções maiores da mesma droga. Também foram apreendidos pouco mais de R$ 350,00, acumulados com a venda de entorpecentes.

Um adolescente de 16 anos, que também estava no local e auxiliava na venda do entorpecente, foi apreendido por ato infracional análogo ao tráfico de drogas. Segundo o delegado José Anchieta, as investigações sobre o caso tiveram início há algumas semanas quando os policiais civis da 2ª DENARC flagraram um intenso movimento de usuários nas proximidades do Mercado Municipal, em busca de adquirir drogas com os investigados.

Após as prisões, os suspeitos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a realização das providências legais cabíveis, os dois indivíduos foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA) e as duas mulheres foram recolhidas na Unidade Prisional Feminina de Babaçulândia. Todos permanecerão à disposição da Justiça.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias