Blog do HP
Internacional Internacional

Taj Mahal reabre esta semana após dois meses fechado por covid-19

Depois de aumento de casos, governo decretou medidas de restrição em maio; reabertura acontece na quarta-feira (16)

14/06/2021 18h20
Por: Helder Peixoto Fonte: R7
Taj Mahal reabre esta semana após dois meses fechado por covid-19 - (Foto: Wikimedia Commons)
Taj Mahal reabre esta semana após dois meses fechado por covid-19 - (Foto: Wikimedia Commons)

Maior atração turística da Índia, o Taj Mahal reabre suas portas nesta quarta-feira (16), após ficar fechado por dois meses, devido à escalada de contágios de covid-19 no país - anunciou o governo nesta segunda-feira (14).

Em abril e maio, o número de infecções e mortes por coronavírus levou o governo a impor confinamentos e outras restrições para frear a propagação.

Como as infecções diminuíram nas últimas semanas, as principais cidades, incluindo a capital do país, Nova Délhi, e Mumbai, o centro financeiro, começaram a suspender as restrições de viagens e atividades. 

Considerado uma das sete maravilhas do mundo, o Taj Mahal foi fechado em março de 2020, quando a Índia impôs um dos mais rígidos confinamentos do planeta no início da pandemia.

Voltou a funcionar em setembro do ano passado para um número limitado de visitantes, mas fechou novamente em meados de abril.

Construído no século XVII no norte da Índia, em Agra, no estado de Uttar Pradesh, muito afetado pela última onda de contágios e mortes de covid-19, este mausoléu de mármore branco é o monumento mais visitado do país, com cerca de sete milhões de pessoas a cada ano.

Esta joia arquitetônica da arte indo-islâmica foi construída pelo imperador mongol Shah Jahan em memória de sua esposa favorita, Mumtaz Mahal, falecida em 1631.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias