Blog do HP
Prefeitura de Palmas Maio 2021
Direitos Humanos

SP: 15% das pessoas com deficiência nunca tiveram um emprego

Pesquisa foi feita no período de dezembro de 2020 a janeiro de 2021

04/05/2021 16h25
Por: Helder Peixoto
Fonte: EBC
© Antonio Cruz/Agência Brasil
© Antonio Cruz/Agência Brasil

Cerca de 15% das pessoas com deficiência no estado de São Paulo nunca tiveram acesso ao mercado de trabalho. Quase 20% sentem que as empresas não as veem como profissionais em potencial, prestando atenção à sua deficiência, e não à sua habilidade. Os dados fazem parte da pesquisa Pessoa com Deficiência e Emprego, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência do estado de São Paulo, lançada ontem (3).

Mesmo entre aqueles que tiveram acesso ao mercado de trabalho, 65,9% relataram ter encontrado dificuldades para ingressar. Para a secretaria, o dado confirma a dificuldade dos trabalhadores com deficiência em encontrar vagas de trabalho compatíveis com suas funcionalidades e competências profissionais.

O levantamento mostrou que 46,47% dos entrevistados tinham renda por meio do mercado formal ou informal de trabalho, 35,05% estavam desempregados, 12,53% recebiam benefícios assistenciais e 3,02% estavam aposentados.

Em relação aos principais motivos para ingressar no mercado de trabalho, 22,6% afirmaram buscar independência financeira, 20,81% tinham o anseio de construir uma carreira profissional e 18,22% buscavam ajudar nas despesas de casa.

Sobre a qualificação profissional, 83,26% das pessoas com deficiência que responderam à pesquisa demonstraram ter interesse em cursos de qualificação profissional, tendo como preferência cursos em formato online (55,41%) no período noturno (54,49%).

A pesquisa entrevistou mais de 8 mil pessoas com deficiência em 282 municípios do estado de São Paulo, no período de dezembro de 2020 a janeiro de 2021. A maioria dos respondentes morava na capital e região metropolitana.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias