Blog do HP
Quinta, 13 de Junho de 2024
63 985154180
Política Política

Em busca de voos para Araguaína, governador recebe Aciara a pedido do deputado Marcus Marcelo

Encontro foi fruto de requerimento solicitando estudo para redução do ICMS das operações internas para combustíveis da aviação

11/06/2024 09h06
Por: Helder Peixoto Fonte: Thatiane Cunha
Durante encontro entre Governo, empresários e deputados, ficou definido que será feito um plano para tornar o Tocantins atrativo para novos voos na região norte do Estado (Foto: Ademir dos Anjos)
Durante encontro entre Governo, empresários e deputados, ficou definido que será feito um plano para tornar o Tocantins atrativo para novos voos na região norte do Estado (Foto: Ademir dos Anjos)

Reunião com o governador Wanderlei Barbosa, promovida pelo deputado estadual Marcus Marcelo (PL), para discutir o retorno de voos para Araguaína e região, resultou na busca por incentivo a empresas aéreas. No Encontro, ocorrido após inauguração do anexo da Secretaria da Fazenda do Estado, no último dia 6, representantes do Governo, Aciara (Associação Comercial e Industrial de Araguaína) e deputados estaduais e federais, ficou definido que será feito um plano para tornar o Tocantins atrativo para novos voos na região norte do Estado.

 

“Eu entendo que sempre positivo quando a gente reúne, eu na minha condição de deputado, junto com toda a diretoria da Aciara, em nome do presidente William, o governador do Estado, a presença de dois deputados federais e a gente precisa unir forças para que de fato comece a atender Araguaína e região com voos”, informou Marcus Marcelo.

 

O deputado é autor do requerimento que solicita estudo para redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em relação ao combustível da aviação. “A gente sabe que o aeroporto está em reforma e o governador se colocou à disposição para discutir o formato com todas as empresas essa questão da tributação e o que for de competência do Estado para que possa dar o incentivo, para que realmente a gente possa viabilizar empresas aéreas para voos em Araguaína e ele está aberto a fazer”.

 

Reunião com empresas

O governador Wanderlei Barbosa explicou que irá trabalhar junto às empresas aéreas para que se interessem em manter os voos fora da Capital.

 

“Essa reunião precisa de uma outra reunião com as operadoras do transporte aéreo que está sendo providenciado em Brasília através da Bancada Federal e uma representante das associações das empresas aéreas, que se colocou à disposição. Eu creio que nas próximas semanas já estará marcada uma reunião para que a gente possa alinhar todo esse processo e trabalhar a parte tributária para que essas empresas se interessem pelo nosso território”, disse o governador.

 

Perto de ser resolvido

Para o presidente da Aciara, William Rezende, a reunião foi positiva e a situação do Aeroporto de Araguaína está perto de ser resolvida.

 

“É um resultado positivo, onde se busca discutir soluções viáveis para a questão do aeroporto de Araguaína. Estivemos aqui com o governador, secretário da Fazenda, deputados e principalmente o deputado Marcus Marcelo que nos atendeu marcando esta agenda. É uma situação que a gente vê com bons olhos. A gente vê que essa situação do Aeroporto de Araguaína está perto de ser resolvida, tanto da parte das reformas, quanto da parte do Estado”, destacou o presidente.

 

Cidade sem voos

Desde abril deste ano, a empresa aérea VoePass, única que fazia o transporte, anunciou a suspensão dos voos entre Araguaína e Brasília. A paralisação, segundo a empresa, faz parte de uma reorganização da malha aérea e que a rota deverá ser retomada em julho.

 

Ainda em setembro de 2023, o deputado Marcus Marcelo apresentou pedido na Assembleia Legislativa para que fosse revisto o incentivo do ICMS em relação ao querosene da aviação. Segundo o requerimento, os incentivos atuais dados pelo Estado priorizam apenas a capital Palmas. “O pedido é para que possamos oportunizar a outros aeroportos do estado, não só a capital Palmas, para que tenham mais voos, atendendo melhor a demanda das regiões norte e sul”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias